Trabalhadores preocupados e campistas indignados no Cabedelo

Posted by

FOTO DB/JOT’ALVES

Os 10 trabalhadores permanentes do parque de campismo do Cabedelo estão preocupados, perante a possibilidade de perderem o emprego.

Por sua vez, os campistas manifestam indignação. A câmara mantém a posse administrativa do equipamento para amanhã, já que, até ontem, não foi citada pelo tribunal sobre a providência cautelar requerida pelo concessionário.

Alguns dos trabalhadores do parque, explorado desde 1988 pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP), têm ali o seu emprego desde o início.

Outros são mais recentes, mas também já somam vários anos no quadro de pessoal. Os seus direitos laborais estão assegurados, mas, neste momento, receiam que não possam conservar o posto de trabalho. Por isso, por estes dias, houve-se, entre eles, que são “demasiado novos para a reforma e muito velhos para arranjar um novo emprego”.

Versão completa na edição digital e impressa do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.