Tó Trips no regresso dos concertos no jardim da Casa das Artes em Coimbra

Posted by

FOTO DR

A Casa das Artes Bissaya Barreto, em Coimbra, vai voltar a dinamizar concertos no jardim, com Tó Trips a marcar o regresso, no sábado, anunciou hoje a instituição.

Tó Trips vai apresentar no jardim da Casa das Artes o seu novo trabalho, a banda sonora que fez para o filme “Surdina”, de Rodrigo Areias, num concerto a ter lugar no sábado, às 18H00.

Este espetáculo marca o regresso dos concertos no jardim da Casa das Artes, depois de a programação ter sido suspensa devido à pandemia de covid-19.

Segundo o programador cultural da Fundação Bissaya Barreto, Alexandre Lemos, os concertos vão realizar-se todos os sábados até ao final de setembro, para além das matinés às sextas-feiras com DJ-set, que já arrancaram no mês de junho.

Depois de Tó Trips, haverá data dupla com atuações de Bleid e Afonso Simões e Diana Policarpo, em 25 de julho.

No início de agosto, os dois primeiros sábados vão estar associados ao Jazz2020 – evento que substitui o Jazz em Agosto, em Lisboa -, com concertos de Luís Vicente Trio e TGB III.

“Todo o programa de verão, com algumas exceções, está mais focado em concertos mais contemplativos, que aproveitem o espaço do jardim”, disse à agência Lusa Alexandre Lemos, salientando que houve um diálogo com os artistas para surgirem propostas que não sugerem tanto a dança ou a proximidade entre espetadores.

Face às medidas para garantir o distanciamento físico, o jardim da Casa das Artes está dividido em 27 quadrados, sendo que em cada um dos quadrados podem estar até quatro pessoas que se declarem coabitantes, esclareceu Alexandre Lemos.

“Foi a forma que arranjámos de uma experiência próxima daquilo que era a experiência do jardim, mantendo a distância”, frisou.

Nesse sentido, a lotação máxima do espaço será de 27 a 108 pessoas.

A entrada para a maioria dos concertos será de seis euros.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.