Secção Regional da Ordem dos Médicos alerta para doentes que estão a deixar de procurar cuidados de saúde