PJ detém suspeito de incêndio florestal

Arquivo

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou ontem a detenção, esta quarta-feira, de “um homem por ter ateado um incêndio florestal, no concelho de Cantanhede”, adianta a força de investigação em nota publicada no seu site da internet.
De acordo com o documento, a detenção, através da Diretoria do Centro, envolve um homem, de 55 anos, sem profissão, “pela presumível prática do crime de incêndio florestal”, ocorrido no dia 21 do mês passado, cerca das 19H40, numa freguesia do concelho de Cantanhede.
“O suspeito, presumindo-se com uso de chama direta, ateou um incêndio em zona de terreno inculto, povoada com mato e árvores, ascendendo a área ardida a 0,2652 hectares, próximo de habitações e floresta, no interface urbano com a zona mista agrícola/florestal que se estende em direção à cidade de Cantanhede, que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos bombeiros”, explica o documento.

 

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 03/07/2020

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.