Fundação do Desporto vai apoiar financeiramente Centro de Alto Rendimento – Velódromo Nacional de Sangalhos

Posted by

FOTO DR

A Câmara de Anadia anunciou hoje que a Fundação do Desporto vai comparticipar com 31 mil euros este ano o projeto desportivo do Centro de Alto Rendimento (CAR) de Anadia, que integra o Velódromo Nacional.

Um protocolo de desenvolvimento desportivo será assinado em breve entre as duas instituições. O objetivo da autarquia presidida por Teresa Cardoso “é a dinamização e a promoção nacional e internacional do CAR de Anadia, dotando a infraestrutura desportiva de serviços técnicos e humanos de apoio ao alto rendimento desportivo”.

O CAR de Anadia – Velódromo Nacional está localizado em Sangalhos, acolhendo as modalidades de Ciclismo, Judo, Ginástica, Esgrima e Pentatlo Moderno.

A Fundação do Desporto coordena a rede nacional dos Centros de Alto Rendimento, por resolução do Governo.

“Os Centros de Alto Rendimento representam mais do que meras infraestruturas destinadas à prática desportiva. A importância do investimento na requalificação dos CAR prende-se com um conjunto de valências cuja utilidade e benefícios revertem a favor dos atletas e das suas condições de treino e performance, bem como a nível da economia local, pois fomentam a dinâmica e o fluxo turísticos onde estes se encontram”, justifica a Fundação.

O Velódromo de Sangalhos é a “joia da coroa” do investimento público em Anadia nos últimos 30 anos, mantendo viva a tradição do ciclismo na região bairradina.

Nenhum outro equipamento teve um impacto tão grande na vida das pessoas do concelho”, resume a autarca Teresa Cardoso.

O Velódromo Nacional de Sangalhos, que mais tarde viria a acolher o Centro Desportivo de Alto Rendimento (CAR), foi inaugurado em setembro de 2009, numa cerimónia que teve como convidado especial Alves Barbosa, antiga glória do ciclismo nacional, primeiro homem a vencer três vezes a volta a Portugal em bicicleta, primeiro português a ficar nos dez primeiros lugares do Tour de France e ciclista do Sangalhos Desporto Clube (SDC) durante três décadas.

“No Velódromo desenvolve-se a essência do ciclismo”, garante o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), Delmino Pereira, que destaca “as condições excecionais” do equipamento.

O edifício tem uma área polivalente com 1.100 metros quadrados e o Centro de Estágios, destinado aos atletas e equipa técnica, dispõe de 16 quartos duplos e de um espaço adequado à preparação e recuperação de atletas, composto por balneários, ‘Health Club’, ginásios, gabinetes médicos, sala de aulas e sala de convívio, com cafetaria.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.