Coimbra não chega aos 20% de ocupação hoteleira em julho

FOTO DB/PEDRO RAMOS

Na cidade,quase todo o parque hoteleiro reabriu (só o Astória e o Tivoli continuam encerrados). Mas o o panorama é desolador e, sobretudo, preocupante, diz José Madeira, presidente da Delegação de Coimbra da AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal

A taxa de ocupação hoteleira em Coimbra, no mês de julho, não atingiu os 20 por cento. Segundo a delegação local da AHRESP, a situação é “muito aflitiva” e as previsões para o mês de agosto perspetivam os mesmos níveis de ocupação.

Nesta altura, a hotelaria, aponta José Madeira, presidente da Delegação de Coimbra da AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, “está a perder muito dinheiro”. Só o “enorme esforço e boa vontade” dos empresários permitem que, “por agora”, apenas dois hotéis estejam encerrados em Coimbra – Tivoli e Hotel Astoria.

Contudo, a contenção de custos “é comum” a todas as gerências, sendo que “a maior parte ainda está em lay-off”.

 

Notícia completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.