Pescadores da Praia de Mira cortam redes para soltar golfinhos capturados acidentalmente

Posted by

Foto Michelle Giacobbe Ferreira

Uma dezena de golfinhos ficaram hoje presos nas redes de Arte Xávega da praia de Mira, mas a “rápida resposta dos pescadores” permitiu devolvê-los ao mar, tendo morrido apenas um animal, confirmou a Proteção Civil.

Os golfinhos foram capturados acidentalmente por duas embarcações (companhas) desta arte de pesca tradicional e o número de vítimas mortais só não foi maior porque os pescadores, ajudados por alguns banhistas, cortaram as redes e soltaram os animais logo que se aperceberam do que estava a acontecer.

Esta não é a primeira vez que golfinhos ficam presos em redes de arte xávega na Praia de Mira, mas o número de incidentes tem vindo a diminuir graças à utilização de sensores que disparam sinais sonoros de baixa intensidade que afastam os animais.

O incidente mais grave ocorreu em julho de 2016, quando dezassete golfinhos, de um grupo de cerca de 150, foram apanhados pelas redes dos pescadores de Arte Xávega e morreram no areal.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.