Opinião: Portugal e Coimbra – a capital