Opinião: Estação da bomba

Posted by

Que destino daria ao antigo quartel dos Bombeiros Sapadores?

É uma iniciativa meritória a recuperação do antigo quartel dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, originalmente designado por Estação da Bomba, situado na zona antiga da cidade, junto à Igreja Matriz. O edifício, segundo a Câmara Municipal, vai ser transformado em incubadora de artes visuais, com auditório e salas de exposições. Consta que “para dar (ainda) mais vida ao futuro espaço de trabalho colaborativo (coworking), a autarquia irá também transferir o arquivo municipal de fotografia e vídeo”.
Este é para mim um ponto fundamental: é importante dar-lhe vida, evitando que seja um mero “armazém” onde apenas trabalhem dois ou três funcionários. Esta zona da cidade precisa de mais residentes, mais comércio para voltar a ser o que foi, uma parte vibrante do centro cívico da cidade.
Noto ainda que o edifício, após as obras realizadas, ficou com uma cor diferente, de azul passou a amarelo ocre, regressando às suas origens. Deliberadamente, ou não, o edifício deverá afastar-se da memória associada ao Quartel de Bombeiros, criando uma nova imagem.
Penso ainda que a reconversão deste imóvel deverá ser acompanhada da revitalização de outros edifícios nas imediações, muitos devolutos, e ainda de algumas demolições de crimes urbanísticos erigidos nos últimos 40 anos. Não devemos ter tabus relativamente à qualificação da paisagem, no sentido da harmonia, da redução de volumes que cortam as vistas e desvirtuam o tecido urbano.
A requalificação do antigo Quartel dos Bombeiros é um passo no sentido correto por levar mais pessoas a trabalhar e a visitar a zona antiga da cidade. Oxalá tal desiderato se concretize.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.