Município de Arganil investe 365 mil euros na reabilitação de vias e arruamentos

A Câmara Municipal de Arganil fez arrancar esta semana a empreitada que se destina a reabilitar o acesso ao Carapinhal e os troços entre Urgueira e Vale Espinho e entre Teixugueira e Cortiça, na freguesia de S. Martinho da Cortiça, bem como a Rua Dr. António José Parente dos Santos e os arruamentos do Bairro da Barrosa, em Arganil.

Dando continuidade ao alargado e contínuo plano de melhoria da rede viária do concelho, esta empreitada totaliza um investimento de aproximadamente 365 mil euros e tem um prazo de execução de 180 dias (6 meses).

A intervenção em curso nas vias de S. Martinho da Cortiça prevê a substituição do pavimento, a execução de passeios e a instalação de sinalização horizontal. Estes melhoramentos têm como objetivo corrigir as deformações evidenciadas na plataforma, garantir as boas condições de circulação e aumentar a segurança e comodidade dos utentes

A solução adotada nos arruamentos da vila de Arganil passa pela substituição do pavimento, respeitando a largura média de 5m da faixa de rodagem, pela execução da sinalização horizontal e outros trabalhos complementares, de forma a garantir o eficaz escoamento das águas pluviais e ligação de arruamentos existentes.

Com este novo investimento na rede viária do concelho, a autarquia pretende “eliminar os constrangimentos sentidos pelos munícipes que usam estas estradas frequentemente, revertendo o estado comprometido em que se encontram”, afirma Luís Paulo Costa, presidente da Câmara, sublinhando que “um território mais cuidado é sinónimo de mais qualidade de vida”.

Além desta intervenção de 365 mil euros, concorre para a revitalização do concelho um conjunto de obras que se propõem a melhorar a rede viária do concelho e que representam um esforço financeiro camarário de 2 milhões de euros. Deste leque de empreitadas, destaque para a reabilitação do acesso à Zona Industrial de Côja e dos arruamentos no Bairro de Côja (220 mil euros); da Rua Comendador Cruz Pereira, Bairro do Abrunhós (Arganil) e estrada que liga o Casal Novo ao cruzamento de Cepos (230 mil euros); dos troços que ligam o Piódão a Foz d’Égua e Benfeita à Portelinha (400 mil euros) e dos acessos às localidades de Servo e Casal do Frade, em Pombeiro da Beira (165 mil euros).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.