Moradores estrangeiros duplicaram em Miranda do Corvo

D.R.

A PORDATA – projeto da Fundação Francisco Manuel dos Santos – revelou os dados estatísticos relativos ao município de Miranda do Corvo. A comparação, entre os anos de 2010 e 2018, revela que durante este período duplicou o número de cidadãos estrangeiros no concelho – de 161 para 312. Em termos percentuais, estamos a falar de 2,5 por cento da população total – 12.732 habitantes (em 2018).
A população em idade ativa (15 aos 64 anos) também aumentou. Em 2010, os dados apontavam para 65,9 por cento, enquanto oito anos depois está nos 67,4 por cento (acima da média nacional, que se situa nos 64,6 por cento). Dos 54 factos estatísticos analisados pelo PORDATA, é de registar a redução da despesa do orçamento municipal – de 9,9 milhões de euros para 8,1 milhões. A nível autárquico, é referido que 10 por cento das despesas foram destinadas à cultura e desporto, valor superior ao de 2010 (seis por cento do total das despesas). Também seis por cento das despesas do município são relativas ao ambiente, quatro pontos percentuais acima do valor gasto durante o ano de 2010.

 

Notícia completa na edição impressa e digital do DIÁRIO AS BEIRAS de 01/06/2020

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.