Mira avança com construção de passadiço de 400 metros na praia do Poço da Cruz

Posted by

FOTO DR

Mira vai construir um passadiço de 400 metros na praia do Poço da Cruz, tendo solicitado à Agência Portuguesa do Ambiente os pareceres indispensáveis para uma candidatura a fundos comunitários, revelou hoje o presidente do município.

“Será um passadiço que vai ligar as concessões já existentes na praia”, disse à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal de Mira, Raul Almeida, à margem da cerimónia de hasteamento da Bandeira Azul na Praia de Mira, a única zona balnear do mundo a ostentar o galardão de qualidade ambiental desde a sua criação, em 1987.

O novo passadiço terá 400 metros e irá estender-se para os dois lados da atual entrada na praia do Poço da Cruz, que hoje estreou sinalética nova por ter passado a integrar o projeto “Surf no crowd” (“Surf sem multidões”).

Promovido pela Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra, o ‘Surf no crowd’ abrange praias dos concelhos de Mira, Cantanhede e Figueira da Foz.

O objetivo é “projetar estas praias do Litoral Centro como destino dos praticantes da modalidade, promovendo o surf como estilo de vida entre família e amigos”.

As praias que integram o projeto são assinaladas por placas em forma de prancha de surf, iguais à que foi colocada hoje em Poço da Cruz.

Raul Almeida estima que o futuro passadiço vá ter um custo estimado a rondar os cem mil euros, estando a ser preparada uma candidatura a fundos comunitários através do POSEUR (Programa operacional sustentabilidade eficiência e uso de recursos) do Portugal 2020. Devido à delicadeza do projeto, a autarquia solicitou já pareceres ambientais vinculativos à APA.

Hoje, na Praia de Mira, foi inaugurado oficialmente um passadiço de 800 metros, que já entrou em funcionamento há quase um mês.

O passadiço acompanha para sul o areal vigiado pelas autoridades marítimas na Praia de Mira que este ano cresceu de 800 para 1.200 metros, de maneira a que os banhistas consigam manter as normas recomendadas de distanciamento físico.

A nova extensão de praia vigiada dispõe de um posto salva-vidas e o apoio de um bar que já existe junto ao molhe, com novos pontos de acesso para além da avenida marginal e estacionamento do Lago do Mar.

O passadiço representou um investimento de 145 mil euros financiado em 85% por fundos comunitários, através do POSEUR (Programa operacional sustentabilidade eficiência e uso de recursos) do Portugal 2020.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.