Estudo Prévio do projeto de arquitetura da futura biblioteca da FDUC apresentado amanhã

FOTO DR

Vai ser apresentado amanhã (quarta-feira, 3) o Estudo Prévio do projeto de arquitetura para a construção da futura biblioteca da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (FDUC). A sessão de apresentação – com a presença do arquiteto Álvaro Siza Vieira, dos Vice-Reitores da UC, João Nuno Calvão da Silva e Alfredo Dias, do Diretor da FDUC, Rui de Figueiredo Marcos, e dos administradores da Fundação Rangel de Sampaio, Filipe de Albuquerque Matos e Francisco Brito Pereira Coelho – decorre a partir das 10H00, na Sala 9 da FDUC.

A construção, no Palácio dos Melos (antigas instalações da Faculdade de Farmácia), de uma nova biblioteca para valorizar o acervo bibliográfico de cerca de quinhentos mil volumes da FDUC – e melhor servir os professores, estudantes e investigadores de vários países que a eles recorrem –  é uma velha aspiração da Direção da Faculdade.

O contrato com o gabinete do arquiteto Siza Vieira para elaboração do projeto da futura biblioteca foi celebrado em 2005. No entanto, atrasos motivados pelas escavações arqueológicas indispensáveis para se poder iniciar a obra e pelas consequências da crise económica que afetou o pais durante o período do programa de assistência financeira pela Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional (2011-2014) retardaram a concretização do projeto.

A ideia é agora retomada. Como no intervalo de tempo decorrido desde 2005 saiu nova legislação nos domínios de segurança ambiental e contra incêndios, acústica, instalações eléctricas e hidráulicas, saúde e gestão de resíduos foi fazer modificações no projeto inicial – sem alterar o Projeto de Arquitectura e os Arranjos Exteriores. Concluídos estes trabalhos de adaptação, acontece a apresentação do Estudo Prévio pelo gabinete do arquiteto Siza Vieira.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.