Vila Nova de Poiares: Petição com 700 assinaturas exige saída da APIN

FOTO DE FERNANDO ANTUNES AMARAL

Cidadãos de Vila Nova de Poiares entregaram ontem à câmara uma petição com 700 assinaturas a exigir a saída da Empresa Intermunicipal de Ambiente do Pinhal Interior (APIN).
“A adesão à APIN foi feita nas costas do povo e foi uma decisão demasiado importante para que não tivesse uma ampla discussão com a população, ainda mais sendo um contrato com duração de 30 anos”, período em que “a água pode ser privatizada”, refere em comunicado o Movimento Espontâneo de Cidadãos (MEC) de Poiares.
O movimento realça que a APIN “entrou em funcionamento em janeiro de 2020 e (…) só tem feito disparates”.
Henrique Marques, do MEC, confirmou à Lusa a entrega do documento na autarquia, presidida por João Miguel Henriques, que é também presidente da Mesa da Assembleia Intermunicipal da APIN.

Notícia completa nas edições impressa e digital

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.