Direção Regional investe 520 mil euros na conservação do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

Posted by

DR-Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

A Direção Regional de Cultura do Centro (DRCC) assinalou hoje o arranque das obras de conservação do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, orçadas em 520 mil euros e com um prazo de execução de um ano.

A obra pretende “resolver os problemas que as grandes cheias [de 2016] trouxeram ao monumento por forma a garantir as condições mais adequadas de visitação ao monumento”, afirmou a diretora regional de Cultura do Centro, Suzana Menezes, que falava aos jornalistas à margem da cerimónia do início das obras.

“O monumento não esteve encerrado – fomos encontrando soluções e estratégias para continuar a desenvolver a missão -, mas temos problemas para resolver, quer da conservação, em termos de pedra, azulejo e estruturas de apoio ao próprio monumento, quer das acessibilidades”, explicou Suzana Menezes.

De acordo com a responsável, esta é “uma intervenção bastante exaustiva e completa”, estando focada nos “problemas estruturais de conservação do monumento”.

Na cerimónia, esteve presente a ministra da Cultura, Graça Fonseca, que salientou que a política pública de preservação patrimonial do Estado e dos municípios tem hoje que “assentar não apenas na intervenção para restaurar”, mas também a pensar nos riscos associados às alterações climáticas.

Durante a sua intervenção, a responsável da tutela sublinhou também a “importância do património cultural ser espaço de programação cultural”, esperando que também neste mosteiro possa haver eventos culturais.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.