Arganil conclui regularização do rio Alva e afluentes antes da época balnear

Posted by

FOTO DR

A Câmara de Arganil anunciou hoje que foram concluídos os trabalhos de regularização do rio Alva e afluentes, no concelho, um investimento de 360 mil euros realizado na sequência dos incêndios de 2017.

As intervenções de regularização fluvial foram assumidas pela autarquia, com verba do Fundo Ambiental que a Agência Portuguesa do Ambiente disponibilizou para o efeito.

Em comunicado, o município de Arganil, no distrito de Coimbra, informa que foram terminadas as ações “destinadas à reabilitação e limpeza das linhas de água nas freguesias de Pomares, Sarzedo, Folques e União das Freguesias de Côja e Barril do Alva”.

“Estas intervenções de proteção dos recursos hídricos (…) garantem o escoamento dinâmico na linha de água e minimizam a erosão e o arrastamento de solos”.

Segundo a autarquia presidida por Luís Paulo Costa, “numa perspetiva de sustentabilidade”, os trabalhos efetuados “conduzem à recuperação e valorização do património fluvial e à preservação da biodiversidade, através do aumento da qualidade da água e do controlo dos episódios de cheias e inundações”.

“Os trabalhos executados no rio Alva, em Coja e no Barril do Alva, nas ribeiras de Folques e Pomares e na represa do Sarzedo, incluíram limpeza, poda e desbaste de árvores e arbustos, ações de consolidação e reperfilamento do leito e taludes marginais, com aplicação de materiais selecionados e adequados provenientes do leito, e a reabilitação de açudes”, descreve.

Citado na nota, Luís Paulo Costa realça a importância de os melhoramentos terem sido “realizados nas linhas de água antes do início da época balnear”, que habitualmente atrai elevado número de turistas a Arganil.

“As praias e as zonas fluviais do concelho, sempre tão procuradas por quem nos visita, estão agora mais bem preparadas para receber os banhistas”, sublinha o presidente da Câmara.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.