14% dos testes feitos no Centro de Diagnóstico Móvel deram positivo

Posted by

FOTO ARQUIVO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

O Centro Diagnóstico Móvel (CDM) Covid-19 de Coimbra começou a funcionar há uma semana. Nos primeiros quatro dias, a tenda instalada na Praça da Canção realizou duas centenas de exames de despistagem (média de 50 por dia). Em resposta às perguntas do DIÁRIO AS BEIRAS, a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) refere que 14 por cento dos testes efetuados deram positivo, tendo sido submetidos a exames pessoas entre os 11 e os 78 anos.
Recorde-se que todos estes testes foram agendados através da Agenda-Covid-Test, gerida pela ARSC, e ocorrem quase sempre 24 horas depois da marcação. Tal como foi revelado no dia de abertura, o CDM Covid-19 de Coimbra não tem lista de espera, estando a funcionar de segunda a sexta-feira entre as 08H30 e as 18H00 (com paragem para almoço entre as 12H30 e as 14H00). A indicação da ARSC é que o centro irá abrir apenas ao fim de semana, quando tal for necessário.
Quanto ao procedimento, é de assinalar que este centro está apenas acessível às pessoas que são indicadas pela entidade de saúde e que os exames estão a ser efetuados no Laboratório da Universidade de Coimbra, o qual analisa as amostras recolhidas naquele local num período de tempo que não excede as 24H00.

Notícia completa nas edições impressa e digital

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.