Opinião: Sustentabilidade ambiental

Posted by

Que reflexão a pandemia lhe inspira fazer?

Vivemos tempos extraordinários. Uma doença nova, para a qual não temos defesas, consegue em poucos dias paralisar o mundo. A ordem é para ficar em casa.

Uma palavra inicial de otimismo nesta crónica: somos uma sociedade mais resiliente, mais forte e solidária do que julgávamos. Não vamos deixar morrer “os mais vulneráveis” nem abandonar os princípios civilizacionais que nos orientam. Outra palavra para os trabalhadores da “linha da frente”, entre médicos e operadores da recolha de lixo, há gente a sacrificar-se para manter a sociedade a funcionar. Devem ter o devido reconhecimento após a crise, mais respeito acima de tudo pelos serviços essenciais que prestam, diariamente, e que muitas vezes nos passam despercebidos.

Sabemos que o COVID19 é uma epidemia transitória. E por isso muitos se interrogam, iremos regressar à “velha ordem” produtivista que causa a destruição dos ecossistemas? No tempo pós-COVID19 iremos realmente combater as alterações climáticas? Como manter o teletrabalho evitando a emissão de milhões de toneladas de CO2 e partículas cancerígenas? Como passar férias sem ter que percorrer de avião meio mundo? Podemos continuar a ter 12 milhões de pessoas por dia a viajar de avião com toda a poluição que isso origina e a pedir novos aeroportos?

Uma nota positiva para o bom funcionamento do Mercado Municipal, talvez o local mais confortável, e seguro, para fazer compras: há espaço entre pessoas e ventilação, num ambiente controlado com cortesia mútua.

O COVID19 deveria ser um catalisador para uma reflexão que nos levasse a repensar o porquê de estarmos sempre com tanta pressa, por que “andamos tanto tempo a correr atrás do tempo”, alheados do essencial.

Pode ler a opinião de João Vaz na edição em papel, 30 de março, do Diário As Beiras

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.