Covid- 19: Termas do Luso suspendem tratamentos

Posted by

As Termas do Luso, na Mealhada, encerram a partir de hoje por tempo indeterminado, dando cumprimento às orientações da Direção Geral de Saúde e do Governo para conter o surto da Covid-19.

“A normal atividade nas Termas de Luso será retomada assim que as condições de risco epidémico forem consideradas apropriadas, numa regular, atenta e rigorosa avalização semanal”, garante a direção das Termas, que desde 2017 são geridas pelo Grande Hotel do Luso.

A decisão de encerrar temporariamente as Termas teve também em conta as recentes medidas de contingência do Grupo Central de Cervejas, em cuja estrutura empresarial está inserida a sociedade Termas de Luso.

“O encerramento liga-se a razões de prevenção epidemiológica e não de risco clínico termal”, reforça João Diniz, diretor do Grande Hotel do Luso, avançando que, na unidade hoteleira, “a quebra é superior a 80% no presente mês”.

João Diniz esclarece ainda que “os serviços já agendados serão assegurados, obedecendo sempre a rigoroso protocolo de admissão, higienização, desinfeção e monitorização, de acordo com o Plano de Contingência em vigor na Termas de Luso, tendo em vista o controlo da infeção e a minimização de riscos para colaboradores e clientes”.

As Termas de Luso beneficiaram em 2008 de um investimento de cerca de três milhões de euros, nomeadamente através da construção de um moderno SPA, um “reposicionamento” que valeu um prémio internacional em 2015 (ESPA – INNOVATION AWARDS) e um lugar entre as cinco estâncias termais com mais termalistas em Portugal nos últimos anos.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detetado em dezembro de 2019, na China, e já provocou mais de 4.900 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde a declarar a doença como pandemia.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou na quinta-feira o número de infetados, que registou o maior aumento num dia (19), ao passar de 59 para 78, dos quais 69 estão internados.

As escolas de todos os graus de ensino vão suspender todas as atividades letivas presenciais a partir de segunda-feira, devido ao surto Covid-19, anunciou na quinta-feira o primeiro-ministro, António Costa, numa declaração ao país.

O Governo decidiu também declarar o estado de alerta em todo o país, colocando os meios de proteção civil e as forças e serviços de segurança em prontidão.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.