Associação de estudantes brasileiros em Coimbra pede suspensão ou redução das propinas

Posted by

FOTO DR

A Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros (APEB) em Coimbra pediu uma suspensão ou redução das propinas para todos os alunos, face à situação de pandemia da covid-19, afirmou hoje o presidente da instituição.

A suspensão ou redução do pagamento das propinas, bem como uma revisão da sua cobrança, é “a decisão mais sensata no momento atual”, disse à agência Lusa o presidente da associação, Rafael Firpo, considerando que neste, “tempo difícil”, há que “existir cooperação mútua”.

“É o momento crucial para a Universidade de Coimbra tomar uma decisão que seria pioneira em Portugal e fazer essa revisão dos valores da propina para todos os estudantes. Esta luta não é uma questão de nacionalidade. É uma luta para toda a comunidade estudantil”, vincou o responsável, esperando que haja “bom senso” e que “o vírus não contamine a humanidade”.

Num comunicado publicado na rede social Facebook na terça-feira, a APEB-Coimbra realça que as medidas por si defendidas “evitariam um grande número de desistências, no meio de tantas dificuldades e incertezas, de estudar não só na Universidade de Coimbra, como também em toda a rede de ensino superior portuguesa”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.