Último adeus (sentido) a João Ataíde na Figueira da Foz

Posted by

Foto: Pedro Agostinho Cruz

 

Largas dezenas de pessoas, entre populares, autarcas e ex-autarcas, incluindo o ex-presidente da Câmara da Figueira da Foz Pedro Santana Lopes, participaram, esta tarde, num sentido último adeus a João Ataíde, com silêncio e ovações. A bandeira do município estava a meia-haste, sinal de luto municipal, de dois dias, ontem e hoje.

O cortejo fúnebre, vindo de Coimbra, parou em frente aos Paços do Concelho, seguindo para o Complexo Funerário da Figueira da Foz, onde o corpo do deputado e ex-presidente da Câmara da Figueira da Foz e secretário de Estado do Ambiente, eleito pelas listas do PS, como independente, foi cremado.

João Ataíde, natural da Figueira da Foz, morreu na madrugada de sexta-feira, de doença súbita, em casa, em Coimbra. Tinha 61 anos, 10 dos quais dedicados à atividade autárquica. Para trás ficara uma longa e reconhecida carreira de magistrado, que interrompeu e não retomaria, em 2009, quando desempenhava funções de juiz no Tribunal da Relação de Coimbra, para se candidatar à autarquia figueirense.

João Ataíde renunciou ao mandato da presidência da Câmara da Figueira da Foz em abril de 2019, depois de ter conquistado uma maioria relativa e duas absolutas para o PS. Sucedeu-lhe no cargo o vice-presidente e líder concelhio do partido, Carlos Monteiro.

De abril a outubro do ano passado, João Ataíde foi secretário de Estado do Ambiente. Foi eleito deputado à Assembleia da República, por Coimbra e pelas listas do PS, nas Legislativas daquele ano. O lugar que deixou vago no Parlamento será ocupado pela também figueirense Raquel Ferreira.

Do legado autárquico de João Ataíde destaca-se o reequilíbrio financeiro da autarquia, que, em 2009, contabilizava cerca de 90 milhões de euros de dívida. Apesar das limitações de tesouraria, durante os dois mandatos e meio que cumpriu na Câmara da Figueira da Foz, o autarca também deixou obra feita. A morte do político deixou os figueirenses consternados.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.