PSD/Congresso: Líder da JSD de Coimbra e ex-deputada Barata Lopes em lista “sub-35” ao Conselho Nacional

Posted by

O líder da JSD de Coimbra José Miguel Ferreira vai encabeçar uma lista ao Conselho Nacional do PSD que se assume como “geracional”, tem como número dois a ex-deputada Joana Barata Lopes e é apoiada pelo deputado André Neves.

José Miguel Ferreira deixará em breve a ‘jota’, já que completou 31 anos, e é líder do PSD na Assembleia Municipal de Miranda do Corvo. André Neves, eleito pelo Porto nas últimas legislativas, disputou há dois anos a liderança da JSD com a atual presidente desta estrutura autónoma, Margarida Balseiro Lopes.

“Fazer o PSD reencontrar-se com os seus militantes é o mote desta lista candidata ao Conselho Nacional composta, a 100%, por elementos com menos de 35 anos”, refere uma nota dos membros desta lista, enviada à Lusa.

A lista é composta por dirigentes e ex-dirigentes da JSD de todo o território nacional e defende “a necessidade de reforçar iniciativas como as do Conselho Estratégico Nacional e de ter em especial atenção a necessidade de recuperar os milhares de militantes suspensos e afastados da vida ativa do partido”.

“A candidatura promete uma postura de cooperação com Rui Rio no compromisso de criação de uma alternativa ao Partido Socialista que não esqueça causas como as da dificuldade de acesso à habitação, desigualdades sociais e territoriais, combate à corrupção, futuro da Segurança Social e reforma do sistema político”, apontam.

De acordo com a nota, integram a lista elementos apoiantes de Rui Rio, Luís Montenegro e Miguel Pinto Luz, os três candidatos às eleições diretas do PSD, que foram ganhas pelo atual presidente.

A lista integra, por exemplo, o vice-presidente do PSD de Santarém Tiago Carrão, a vereadora de Amarante Rita Marinho Baptista, os presidentes das distritais de Aveiro e de Vila Real da JSD Carlos Seixas e José Amável, o ex-coordenador do gabinete de estudos da JSD Luís Rebelo, os líderes das estruturas de Portimão e Vale de Cambra Carlos Martins e João Carvalho Silva, respetivamente, e o líder da JSD das Caldas da Rainha Rodrigo Amaro.

O Conselho Nacional, órgão máximo do partido entre congressos, será como habitualmente o espelho das várias sensibilidades do partido, sendo já certas, além da lista da direção – que deverá repetir os primeiros nomes de há dois anos, Paulo Rangel e Arlindo Cunha -, outra encabeçada pelo presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha – que recusou o rótulo de ser a lista de Montenegro -, uma de Carlos Eduardo Reis (que integra nomes como Rui Cristina, vice-presidente da distrital de Faro, ou Miguel Corte-Real, vice-presidente do PSD/Porto e elementos dos Açores e Madeira) .

Também o presidente da distrital de Setúbal, Bruno Vitorino, encabeça uma lista, tal como Joaquim Biancard Cruz (integrando nomes como o deputado Duarte Marques e a eurodeputada Lídia Pereira).

Os 70 membros eleitos deste órgão são escolhidos por método de Hondt.

As listas para os órgãos nacionais podem ser entregues até às 19:00 e as moções de estratégia global e temáticas serão votadas pelas 23:00.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.