Pena suspensa para homem que agrediu militar da GNR na Mealhada

Posted by

O Tribunal de Aveiro condenou hoje a dois anos de prisão com pena suspensa um homem de 24 anos que agrediu um militar da GNR na Mealhada e tentou resistir à detenção.

O caso aconteceu a 01 de maio de 2019, cerca das 20:00, quando uma patrulha da GNR foi chamada para resolver desacatos num café situado na Mealhada, distrito de Aveiro.

Após uma troca de palavras, o arguido agrediu um dos militares com uma palmada na face, tendo-lhe sido dada ordem de prisão, à qual tentou resistir.

Os militares acabaram por conseguir imobilizar o arguido, levando-o para o posto da GNR onde terá empurrado contra uma parede um outro militar, tentando fugir da unidade, o que só não aconteceu porque outros dois militares se colocaram na sua frente.

Posteriormente, o arguido terá ainda ameaçado os militares e um bombeiro que se deslocou ao posto para tratar ferimentos que o agressor apresentava.

O arguido foi condenado a 10 meses de prisão, por um crime de ofensa à integridade física, um ano e meio de prisão, por um crime de resistência e coação sobre funcionário, e seis meses por cada um dos dois crimes de ameaça de que estava acusado.

Em cúmulo jurídico, foi-lhe aplicada uma pena única de dois anos de prisão, suspensa na sua execução, com regime de prova.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.