Aposta forte na transformação digital

Posted by

FOTO DB/PEDRO RAMOS

Metade dos trabalhadores portugueses não está preparado para a transformação digital. A realidade foi ontem dada a conhecer por Rui Lourenço, coordenador adjunto da iniciativa Portugal INCoDe.2030, durante a primeira sessão da região Centro da tour nacional do Programa PME Digital. Um projeto do consórcio constituído pelo ISQ, Cluster das Tecnologias da Informação e Comunicação, TICE.PT e a ESMAD e que pretendeu, com esta sessão, divulgar os resultados do trabalho já efetuado, de forma a sensibilizar os empresários e os técnicos para a necessidade de se fazer uma aposta forte nesta área.
Uma realidade confirmada com a divulgação destes resultados e que ganha ainda maior importância quando se sabe que o nosso país é um dos que tem mais produtos desenvolvidos ao nível dos serviços digitais, mas que “são pouco utilizados”. Para inverter esta situação, Rui Lourenço pediu aos empresários para apostarem “no fornecimento de competências digitais básicas” junto dos seus trabalhadores. A disciplina de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), ministrada nas escolas portuguesas, levam este responsável a reconhecer que a situação deverá mudar a médio prazo, mas a questão já se está a colocar na população “que tem mais de 40 anos”.

Notícia completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.