Trânsito reaberto nos dois sentidos do IP3 na tarde desta quarta-feira

Posted by

A circulação automóvel no sentido Coimbra-Viseu do Itinerário Principal 3 (IP3) será restabelecida a qualquer momento, ao início da tarde desta quarta-feira, 15 de janeiro, acaba de informar a empresa pública Infraestruturas de Portugal (IP).

Assim, ambos os sentidos são restabelecidos naquele ponto, no troço entre o Nó de Penacova e o Nó da Espinheira, onde ocorreu o desabamento do talude no passado 21 de dezembro.

“Fruto do esforço das equipas da IP e das empresas associadas à obra, trabalhando em horário extraordináriofoi possível antecipar a data de reabertura nos dois sentidos da zona anteriormente condicionada pelas intempéries de dezembro em cerca de cinco dias“, adianta a empresa em nota de imprensa, que anunciara na semana passada que iria resolver a situação até 20 de janeiro.

A empresa do Estado reconhece “a perturbação criada pelas intervenções que está a realizar, estando a desenvolver todos os esforços no sentido de dotar o IP3 com as melhores condições de circulação e segurança com a maior brevidade possível, agradecendo a melhor compreensão pelos incómodos e inconvenientes que esta situação provoca”.

Desde o desabamento que há condicionamentos de tráfego no troço entre o Nó de Penacova e o Nó da Espinheira, tendo sido criados percursos alternativos para a circulação automóvel.

A remoção de terras por parte da IP só permitiu, todavia, a abertura da circulação no sentido Viseu – Coimbra no final da manhã do dia 24 de dezembro, enquanto que no sentido contrário o constrangimento se prolongou até hoje.

One Comment

  1. Graça Marques says:

    Trabalho extraordinário? Só podem estar a brincar. Como utilizadora frequente do IP3 durante vários dias em semanas alternadas não se vê ninguém a trabalhar. Nem antes do deslizamento nem depois deste. Era excelente ouvir o que as autarquias afetadas pelas obras têm a dizer. Respeito pelos utentes é preciso.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.