Sindicato denuncia falta de recursos humanos nas maternidades de Coimbra

Posted by

O Sindicato dos Médicos da Zona Centro (SMZC) considerou hoje que as duas maternidades de Coimbra apresentam um panorama assustador a curto/médio prazo devido à falta de recursos humanos e ausência de renovação do quadro clínico.

Após uma visita às maternidades Bissaya Barreto e Daniel de Matos, o SMZC refere, em comunicado, que se deparou com um cenário “assustador para os cuidados maternoinfantis na região Centro pela persistente deficiência de recursos médicos e ausência de renovação do quadro médico”.

A estrutura sindical entende que é “insuficiente” a contratação de duas profissionais em 2018 para a Obstetrícia e uma para a Neonatalogia em 2019, depois de um período de 10 anos sem novas contratações.

“É claramente insuficiente, pois o saldo continua negativo quando consideramos oito saídas por reforma”, lê-se do comunicado, que salienta a necessidade de resolver a situação “a curto prazo”.

Segundo o SMZC, mais de 50% dos recursos humanos de ambas as maternidades tem mais de 60 anos, “com apenas cinco médicos de Obstetrícia em cada unidade sem restrições para realizar urgência”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.