Opinião – A Geopolítica da semana

Posted by

29 Dez DOMINGO BAGDÁ As forças americanas, estacionadas no Iraque, bombardearam as bases de uma fação armada de brigadas do Hezbollah pró-iraniano, na zona junto à fronteira entre a Síria e o Iraque, tendo matado 25 combatentes. Esta operação surge após um ataque com roquetes às unidades dos EUA, na qual perdeu a vida um soldado norte-americano. Uma enorme indignação tomou conta dos iraquianos, depois do bombardeamento.

30 Dez SEGUNDA BISSAU Umaro Sissoco Embaló, candidato apoiado pelo Movimento para a Alternativa Democrática, venceu as presidenciais na Guiné-Bissau. A Comissão Nacional de Eleições da Guiné Bissau anunciou os resultados provisórios, que indicam que o candidato Umaro Embaló ganhou com 53,55 por cento dos votos contra 46,45 por cento para Domingos Simões Pereira, do PAIGC. Segundo os observadores da CPLP, estão criadas as condições para aquele país lusófono entrar na estabilidade.

31 Dez TERÇA PARIS O presidente francês, Emmanuel Macron, quebrou o silêncio numa mensagem de Ano Novo, mas grande parte dos franceses mantêm, no país, a greve mais longa desde 1987. Emmanuel Macron foi retratado como Luís XIV na manifestação da greve geral de 17 de dezembro. Irritados com intervenção, em diferido de Macron, os franceses continuam insatisfeitos visto estarem contra as reformas propostas pelo executivo. Assim, as greves propostas pelas centrais sindicais, vão continuar em janeiro.

01 Jan QUARTA ZAGREBE As prioridades da próxima presidência do governo croata, no primeiro semestre de 2020, segundo o seu ministro dos negócios estrangeiros, Goran Grlic Radman, serão o alargamento da União Europeia e o Brexit. A Croácia, o mais recente Estado-membro da União, terá muito trabalho pela frente, na sua presidência, para que a UE e o Reino Unido cheguem a um acordo pós-Brexit até ao final do ano. Está, igualmente em agenda, a situação dos países dos Balcãs ocidentais que pretendem juntar-se à EU.

02 Jan QUINTA BOGOTÁ A câmara municipal da capital da Colômbia passa, pela primeira vez, para as mãos de uma mulher, Claudia Lopez. No dia da tomada de posse, chegou numa caravana de bicicletas acompanhada por vários funcionários e dezenas de apoiantes. Aos 49 anos, a candidata de centro-esquerda que assume publicamente a homossexualidade, é um símbolo da luta contra a corrupção, assume as opções “verdes” e representa uma nova era na história da Colômbia.

 

A acompanhar durante a próxima semana:

  • Camberra – Os violentos incêndios na Austrália, já consumiram dezenas de milhões de hectares. Devido à gravidade da situação, as forças armadas foram chamadas a intervir. Será o fogo controlado nos próximos dias?
  • Ancara – Parlamento da Turquia aprova o envio de tropas para a Líbia, para apoiar o governo de Sarraj, reconhecido pela ONU. Como reagirão os apoiantes do Marechal Khalifa Haftar (Arábia Saudita e Egito)?
  • Viena – O chanceler Sebastian Kruz chegou a acordo com o Partidos Os Verdes. Aguarda-se a formação do governo austríaco, com grande componente de proteção do clima.
  • Bissau – Depois da derrota nas presidências do candidato do PAIGC, e da eleição do novo presidente Umaro Embaló aguarda-se a formação do governo.
  • Moscovo – A Rússia é o primeiro país com arma hipersónica, mísseis avangard, anunciado por Putin. A corrida ao armamento nuclear sofisticado não para!
  • Washington – Donald Trump acusa o Irão pela crise junto da embaixada dos EUA, em Bagdá. Numa escalada de tensão o Pentágono enviará mais tropas para o Iraque.

Wander Carvalho escreve ao sábado, semanalmente

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.