Ministra admite futuro centro de investigação de espumantes

A ministra da Agricultura, mostrou-se ontem recetiva à possibilidade de criar um centro de investigação do espumante em Anadia.
Maria do Céu Albuquerque pronunciou-se à margem de uma reunião de trabalho com a Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB), no âmbito das comemorações dos 40 anos desta região demarcada.
Pedro Soares, presidente da CVB, transmitiu este pedido à ministra da Agricultura, que considerou tratar-se de “projetos muito interessantes”.
“Este projeto que hoje [ontem] foi aqui apresentado, vem completamente ao encontro daquilo que é a estratégia do Governo” sublinhou Maria do Céu Albuquerque.
Acrescentou que o Governo quer, a nível nacional, “ter um conjunto de centros de investigação, de estações experimentais, revitalizando, dando vida a equipamentos que existem, por parte do Ministério da Agricultura, mas numa parceria com os atores do território, com as câmaras municipais, as comunidades intermunicipais, com aqueles que representam cada uma das regiões, nomeadamente, aqui, na produção do vinho da Bairrada”.
Para além destas entidades, deverá envolver ainda “instituições de ciência e tecnologia, nomeadamente os laboratórios colaborativos”.
O objetivo é criar “condições para promover a agricultura, os seus produtos, aumentando aquilo que é a sua quota na economia nacional”.
Maria do Céu Albuquerque recorda que a região da Bairrada é responsável por cerca de 50 por cento da produção nacional de espumante.
A ministra não avançou uma data para o arranque deste projeto, mas indicou que ele será contemplado na agenda do Ministério da Agricultura que “em breve” vai ser apresentado e “entrar em discussão pública para precisamente conseguirmos congregar e convocar para este desafio todos aqueles que em cada um dos territórios tanto têm feito preservar a tradição, mas também para podermos inovar”.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.