Estudo de Ordenamento e Proteção Civil contribui para atenuar risco de incêndio em zonas industriais

Posted by

FOTO DR

Os grandes incêndios florestais registados nas últimas décadas na Europa e, em especial em Portugal, “evidenciaram a fragilidade das zonas urbanas, onde se incluem as zonas industriais, existentes na interface urbano-florestal”.

Perante esta constatação, “é muito importante estudar as zonas industriais” e sua relação com os incêndios florestais, onde se registaram e poderá voltar a haver “prejuízos muito avultados”, explicou ontem João Paulo Rodrigues, do Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Construção, Energia, Ambiente e Sustentabilidade (ITeCons) da Universidade de Coimbra.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.