Coimbra: Inovação e apoio ao Interior são prioridades estratégicas para os próximos anos

FOTO DB/BERNARDO NETO PARRA

Reforçar o investimento na inovação científica e tecnológica e apoiar os territórios do interior. São estes os pilares estratégicos da região Centro para o período 2021-2027.
As apostas foram adiantadas ontem ao DIÁRIO AS BEIRAS, pela voz de Jorge Brandão, vogal da Comissão Diretiva do Centro 2020, que apresentou as linhas gerais da Visão Estratégica para a Região Centro, documento inicial que antecede o Programa Operacional Regional. Este será entregue à Comissão Europeia, com medidas concretas e orçamento definido, até ao final do primeiro semestre do ano, seguindo–se, depois, seis meses de negociação sobre os investimentos que o Centro fará no próximo quadro comunitário.
Para já, nesta fase, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) está a apresentar o primeiro “esboço” do plano junto dos parceiros da região. Por isso, a entidade reuniu, esta segunda-feira, mais de três centenas de pessoas, entre representantes de empresas, universidades, politécnicos, autarquias, associações, entre outros, para auscultar “os principais agentes do território”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.