Presidente da ESAC recua na demissão

Posted by

A Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC) poderá vir a ter um corte de mais de 200 mil euros no orçamento para 2020. O presidente da escola, João Noronha, discorda mas – ao contrário do que o DIÁRIO AS BEIRAS noticiou – não confirma a intenção de apresentar a demissão.

“Demissão? Para mim, enquanto presidente do Politécnico de Coimbra não houve, nem há, rigorosamente nada”. Para Jorge Conde, então, a ausência de João Noronha na reunião do Conselho de Gestão do Politécnico, na sexta-feira passada, e a mensagem de correio eletrónico interno, que escreveu nesse mesmo dia, “não legitimam” quaisquer ilações sobre uma hipotética demissão.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.