Cardiologista absolvido do crime de homicídio no Tribunal de Coimbra

Posted by

ARQUIVO DB – PEDRO RAMOS

Um médico cardiologista do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) foi ontem absolvido do crime de homicídio por negligência.

O caso remonta a 2016, altura em que um doente deu entrada no serviço de urgência desta unidade de saúde com queixas na zona do peito.

Na triagem, e perante as queixas do doente, foi-lhe atribuída a pulseira de doente pouco urgente. Feita a sua vigilância e monitorização, através da realização de alguns exames médicos, o doente teve alta médica, só que um dia depois acabou por falecer devido a uma “tromboembolia pulmonar”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.