Autarca de Quiaios perde mandato

A presidente da Junta de Freguesia de Quiaios, Maria Fernanda Lorigo, e o secretário, Carlos Alberto Patrão, foram ontem condenados pela prática de um crime de prevaricação de titular de cargo público a penas de prisão, suspensas, e à perda de mandato. À ex-tesoureira, Ana Raquel Correia, também foi decretada uma pena de prisão suspensa.
Os três arguidos foram julgados por terem favorecido o pai da autarca, Manuel Lorigo, para que este fizesse os serviços de manutenção das Piscinas da Praia de Quiaios. O tribunal considerou que Fernanda Lorigo foi quem teve “o papel mais ativo” e aplicou-lhe uma pena de três anos e nove meses de prisão. Já Carlos Patrão foi condenado a dois anos e 10 meses e Ana Correia a dois anos e seis mese de prisão. Todas as penas foram suspensas por igual período.
Os três arguidos terão ainda de pagar ao Estado 8.700 euros em partes iguais.

 

Notícia completa na edição impressa de dia 7 de dezembro de 2019

4 Comments

  1. Penas suspensas,é para rir,claro que tiveram que pagar ao estado isto é, aos juízes…

  2. Lobão Costa says:

    Bem dizia, o…outro!

  3. Lobão Costa says:

    Bem prega Frei Tomäs…
    O …. tinha razão!?

  4. Lobão Costa says:

    Bem prega Frei Tomäs…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.