Assembleia Municipal de Góis afasta presidente do órgão

Posted by

A Assembleia Municipal de Góis (AMG) destituiu a presidente do órgão, Maria do Céu Simões Alves, e vai eleger uma nova mesa na próxima reunião ordinária, em fevereiro de 2020, disse ontem uma fonte autárquica à agência Lusa.
A social-democrata liderava a AMG há dois anos, na sequência das autárquicas de outubro de 2017 e de um acordo pós-eleitoral entre o PSD e o Grupo Cidadãos Eleitores Independentes por Góis (I-Góis), no distrito de Coimbra.
Foi destituída do cargo e a mesa dissolvida, na última reunião da Assembleia Municipal, na quinta-feira, tendo os trabalhos da sessão prosseguido com a ex-primeira secretária, Olinda Bandeira (I-Góis), a presidir momentaneamente aos trabalhos.
A proposta para o afastamento de Maria do Céu Alves foi apresentada pelo líder da bancada do PS, Jaime Garcia, e fazia parte da ordem de trabalhos da sessão.
Afastada do cargo após a proposta ter sido aprovada, com 10 votos a favor, oito contra e uma abstenção, a autarca do PSD ocupou o seu lugar na bancada deste partido.
Jaime Garcia disse ontem à agência Lusa que a destituição da presidente da AMG culminou “uma desadequada condução dos trabalhos” que, nalguns casos, se traduziu “em incumprimento do regimento da Assembleia e da própria lei”.
Em causa, estava “o rigor, a transparência e a isenção” necessários ao funcionamento do órgão, sublinhou.
Entretanto, em comunicado, o PSD e a Juventude Social-Democrata (JSD) de Góis agradecem a Maria do Céu Alves “a forma digna, íntegra, inteligente e assertiva como soube desempenhar, por mais de dois anos”, o cargo de presidente da Assembleia Municipal.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.