Startup do IPN desenvolve plataforma para melhorar prevenção de incêndios

FOTO DR

A startup de Coimbra Bold Robotics recebeu um apoio da Agência Espacial Europeia para desenvolver uma plataforma que usa dados de observação da Terra para otimizar a prevenção de incêndios e a gestão de terrenos florestais.
A empresa, sediada no Instituto Pedro Nunes (IPN), junta investigadores da área da robótica e dos incêndios, que desenvolvem em conjunto uma plataforma digital que pretende melhorar a gestão de terrenos florestais, de forma a garantir uma melhor prevenção de incêndios, disse à agência Lusa um dos sócios fundadores da empresa Carlos Xavier Viegas.
Contando com um protocolo com o Centro de Estudos Sobre Incêndios Florestais da Universidade de Coimbra, a plataforma recebeu um financiamento de 50 mil euros por parte do ESA BIC Portugal (programa da Agência Espacial Europeia de fomento à aplicação de tecnologia do espaço na Terra).
Segundo Carlos Xavier Viegas, “a ideia é a de que a plataforma receba dados relativos ao terreno, como a topografia e vegetação existente e, através de algoritmos e simuladores de fogo, faça uma sugestão da melhor gestão da biomassa no terreno, seja para cumprir a legislação em vigor, seja para reduzir a suscetibilidade dos impactos dos fogos rurais no terreno”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.