Coimbra: Rómulo inaugura novo espaço de “ciência terra-a-terra”

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

“É o primeiro dia do resto das nossas vidas”. A expressão, ligeiramente inspirada no poema de Sérgio Godinho, foi utilizada por Carlos Fiolhais, diretor do Rómulo – Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra, para descrever a importância da novidade ontem apresentada. Em dia de comemorações – a organização celebrou 11 anos de atividade –, o centro revelou o seu mais recente instrumento: o Dòing – Espaço Maker.
É uma oficina aumentada, um espaço de criatividade, que permite aos mais pequenos às crianças darem espaço à imaginação. A ideia é, explicou o responsável do Rómulo, pôr os petizes, desde cedo, “a descobrirem e inventarem” ciência.
Este “laboratório self- -service” será aberto a famílias, num regime que exige inscrições prévias que pretende convidar toda a comunidade a fazer uso do espaço. O Dòing – Espaço Maker vai funcionar naquele que é, hoje, o Laboratório da Escola Ciência Viva, no Departamento de Física da Universidade de Coimbra.

Notícia completa na edição impressa de hoje

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.