Montemor-o-Velho: Intenção de recuperar igreja da Misericórdia de Tentúgal é encorajada pelo município

FOTO DR

Em referência às intenções da Santa Casa da Misericórdia de Tentúgal em recuperar a igreja, Diana Andrade desejou que com o apoio de todos seja possível “deixar para as gerações vindouras o património recuperado e capaz de continuar a proporcionar momentos de partilha, de cultura e de saber”.
A chefe do gabinete do presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho esteve presente este domingo na Igreja da Misericórdia de Tentúgal, para o terceiro concerto do Ciclo de Órgão de Tubos da Região de Coimbra.
A tarde que aliou música, património e doçaria conventual em torno do órgão de tubos, contou com a interpretação de Rui Vilão que apresentou ao público um reportório desde a música ibérica do século XVII até à música romântica do século XIX, estabelecendo “um diálogo extraordinário com o retábulo maneirista de Tomé Velho”, conforme se pôde ler na folha de sala do espetáculo.
O músico comentou que “o órgão da Igreja da Misericórdia é muito interessante e compacto”. O seu timbre agudo, adaptado às vozes das freiras que outrora ecoavam pelo convento, representa “um desafio, sendo um órgão interessante e notável”.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.