Incêndios: Mira regulariza cursos de água afetados pelos fogos de 2017

Posted by

Arquivo DR

A Câmara de Mira anunciou hoje que vai investir 110 mil euros na regularização de 10 quilómetros de linhas de água nas áreas afetadas pelo incêndio de 2017, empreitada financiada a 100% pelo Fundo Ambiental.

A intervenção será feita em parceria com a Agência Portuguesa do Ambiente e Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, revelou hoje a autarquia presidida por Raul Almeida.

“O ano de 2017 ficou marcado como um dos piores anos em incêndios da última década em Portugal. No município de Mira e nos concelhos vizinhos atingiram proporções catastróficas”, relembra o autarca, acrescentando que “nos recursos hídricos verificaram-se grandes perturbações, ao nível da qualidade da água, na existente galeria ribeirinha e na consequente erosão dos solos”.

A intervenção contempla a beneficiação e valorização de aproximadamente dez quilómetros linhas de água do município, destacando-se a reabilitação de um açude com o objetivo de melhorar a correção torrencial do casal de S. Tomé.

“Conta com mais de 13.900 estacas de vegetação autóctone e 1.600 elementos plantados e 3,8km de soluções técnicas de engenharia natural, como faxinas vivas, entrançados vivos, paliçadas e travessões”, explica autarquia.

A intervenção vai ainda contribuir para a realização de uma forma integrada de um conjunto de ações de sensibilização dos proprietários marginais, sobre a importância da manutenção da galeria ribeirinha autóctone como barreira de proteção aos incêndios.

Os incêndios de 2017 provocaram em Mira prejuízos superiores a 32 milhões de euros em 14 unidades industriais e agrícolas, destruíram 25 habitações, desalojando dezenas de pessoas e atingiram 20 mil hectares de área florestal, segundo um levantamento feito pelos serviços da Câmara Municipal.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.