“É importante que os centros de decisão conheçam a realidade” da região

FOTO DB/CARLOS JORGE MONTEIRO

A CCDRC vai participar na Semana Europeia das Regiões e Cidades 2019. Qual o objetivo da participação?
Um dos principais objetivos da participação da CCDR Centro nos Open Days é a participação nos prémios RegioStars, que visam premiar os melhores projetos financiados por fundos europeus.
A região Centro é a única finalista portuguesa com o projeto Ecomare. O ECOMARE, cofinanciado pelo Programa Centro 2020 com 4,1 milhões de euros, é um centro de investigação e transferência de tecnologia dedicado às questões do Mar. Além da componente investigação ligada à economia do mar, tem também uma infraestrutura que funciona como um hospital de reabilitação de animais marinhos, que conta com a colaboração da Sociedade Portuguesa de Vida Selvagem (SPVS) e do Oceanário de Lisboa.

Qual tem sido o feedback das últimas presenças da CCDRC nos Regiostars?
O feedback é excelente. Este é o quarto ano consecutivo que a região Centro de Portugal tem projetos finalistas nos Prémios Regiostars, tendo três dos projetos sido vencedores. Em 2016, a BLC3 – Campus de Tecnologia e Inovação, de Oliveira do Hospital, ganhou na categoria “Crescimento Sustentável: Economia circular”. Em 2017, a Aceleradora de Empresas do Instituto Pedro Nunes foi finalista na categoria “Especialização inteligente para a inovação das PME”. Em 2018, o Centro Empresarial e de Serviços Partilhados do Município do Fundão triunfou na categoria “Apoio à transição industrial inteligente”, enquanto o Museu da Vista Alegre levou para casa o Prémio do Público.

Quais os principais projetos que serão apresentados pela CCDRC nos Open Days?
Além da participação nos Prémios Regiostars 2019, a região Centro de Portugal participará, a convite da Comissão Europeia, em diferentes momentos do programa da Semana Europeia das Regiões e dos Municípios, designadamente em sessões temáticas relevantes para a região, com a apresentação de projetos promovidos diretamente pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) ou em articulação com outras entidades regionais. A economia circular, as compras públicas, as estratégias de desenvolvimento das pequenas cidades, a internacionalização do sistema de investigação e inovação e a importância da formação no setor automóvel são as principais temáticas levadas para discussão pela região Centro.

Entrevista completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.