Diário da Latada: Redução do orçamento para não colocar em causa a saúde financeira da AAC

Posted by

FOTO DB/ANTÓNIO ALVES

Quais são as principais novidades da presente edição da Festa das Latas e Imposição de Insígnias?
A maior novidade é a mensagem que nós queremos passar aos nossos estudantes e à sociedade civil e que passa pela consciencialização dos alunos e da comunidade envolvente em relação às alterações climáticas.

De que forma é que essa mensagem irá passar?
Sabemos que este nosso evento é um dos que mais contribui para esta situação. Como tal, queremos reduzir a pegada ecológica da Latada, bem como aproveitamos para consciencializar os estudantes para o não consumo elevado de álcool durante a festa.

Os alunos estão preparados para esta mensagem?
Claro que sim. A questão das alterações climáticas tem sido muito falada nos últimos tempos, de tal forma que há quem veja em nós, os jovens, um dos elos fundamentais para a passagem dessa mensagem.

A redução da pegada ecológica será feita de que forma?
Em primeiro lugar, a atribuição do selo EcoEvento por parte da ERSUC e que nos dá acrescida responsabilidade pois temos de levar a efeito um conjunto de atividades para cumprirmos esse objetivo. Ao mesmo tempo, estamos a organizar dois concursos que envolvem os estudantes para a consciencialização da comunidade sobre esta temática. Nós não vamos resolver o problema, mas vamos alertar para esta temática. Nós não queremos que este tema seja uma moda ou apenas pensado para os grandes eventos. Este tem de ser um tema que nenhum Governo pode abandonar, pois trata-se de uma matéria muito importante em termos globais.

Entrevista completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.