Autarquia da Figueira da Foz tem plano para integração da comunidade cigana

Posted by

FOTO DB

A câmara e a assembleia Municipal aprovaram os planos para a igualdade (este, integra, pela primeira vez, pessoas de todas as orientações sexuais e identidade de género) e integração da comunidade cigana residente no concelho.

Para aquela minoria étnica, estão previstas cerca de 40 medidas, em áreas como a cidadania inclusiva, igualdade de género, educação, habitação ou emprego. Segundo dados do plano, estima-se que entre 0,51% e 1,7% dos cerca de 60 mil residentes do concelho da Figueira da Foz sejam de etnia cigana.

Grande parte das famílias da comunidade reside em habitação social (121 habitações, 23,5% do total de beneficiários). O bairro com maior número é a Fonte Nova, em 44 apartamentos. Contudo, aquele que tem maior percentagem é o bairro Vila Robim, com 51,43%, seguindo-se a Gala/Sidney, com 20,69%, e Bela Vista, com 20%.

6 Comments

  1. Luis magno says:

    Continuamos a ser um país muito pequenino….onde se promove inclusão de pessoas para as quais são só benefícios enquanto que para o cidadão comum que paga os seus impostos e não vive como nómada nem à base do crime…..é sugeito às condições mais atrózes desta triste sociedade…..politicas de terceiro mundo….com pensamentos de extremismo de esquerda….tipo China……muito lamentável…..

  2. Ainda bem que avisam era para comprar casa na figueira mas assim não

  3. Gipsy Kings says:

    Para esta moda do politicamente correto que estamos a viver, é fantástico! Tomar decisões destas atrás duma secretária e no fim do dia voltar para o seu condomínio fechado, ou para a sua vivenda no melhor bairro da cidade é fácil. Agora para quem foi enganado pensando que estava a comprar habitação numa zona tranquila, que depressa se tornou no pior pesadelo das suas vidas. Esses indivíduos mostram bem o plano de integração na sociedade. Mal se instalam, começam a vandalizar e destruir tudo, roubar tudo o que é de valor, janelas e portas dos prédios arrancadas. Selvagens que usam da violência para quem tiver a coragem de os enfrentar. Cada vez que um morador, não pertencente à etnia, troca de pneus, de manhã tem o seu carro assente em quatro tijolos. Onde vive diariamente com medo, continuando a pagar o seu empréstimo, afinal de contas a segurança social não lhes vai dar outra casa, são portugueses e não pertencem a essa etnia, que azar…Sem conseguir explicar aos filhos porque é que não podem ir brincar para a rua…Tiros, negócio da droga, onde esta minoria desfavorecida troca as suas portas de casa por portas blindadas e se passeiam nos seus carros de alta gama. Quando existem rusgas, no máximo ficam com termo de identidade e residência, ou melhor ainda, pulseira eletrónica, em que nem precisam de sair do sofá para continuar a vender droga, armas, carros e afins…E o português tem de continuar a descontar, para sustentar estes parasitas da sociedade. Desculpem, esta minoria desfavorecida que só quer um plano de integração na sociedade.

    • Podes ter muita razão no que dizes mas nem tudo o que estás a dizer é verdade … Por ISO estamos assim com este país … Só sabem roubar e mentir … O problema aqui é que ninguém é sincero … E pessoas como tu nem sequer aviam de existir …

  4. Nagornocaraban says:

    Isto deve ser para contarem mais uns votos, estamos em ano d eeleições. Provavelmente depois nada se faz e isso é bom, porque a integração para eles é o nós que somos maioria afdaptarmo-nos às regras deles e não eles às nossas. Estes politicos que vão a um lugar onde o Bruno Carvalho mandou uns sportinguitas, ou seja bardamerda. Isto será para dar mais um tacho a alguém depois para as freguesias já não há dinheiro, para proceder a limpezas de esspaços de lazer, para os fregueses. Vamos esperar que Deus abra a mente desta gente e os faça repensar o que estão a fazer!!

  5. Muito se sofre de malapata (mala suerte) e desamor étnico por estes rectângulos comentaristas…

    "(…) Porque me viene de herencia
    De unos gitanos honraos
    Y de familia canastera
    Y yo siempre estare a tu lao
    Y no me iré de tu vera (…)"


Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.