Autarquia da Figueira da Foz quer habitação condigna para todos

Posted by

Arquivo-Ana Carvalho, vice-presidente da CM Figueira da Foz

A câmara está a elaborar um programa que visa o acesso à habitação para todos, criando, para o efeito, diversas medidas que se enquadrem, por um lado, na estratégia local e, por outro lado, nos programas do Governo com a mesma finalidade. Uma das medidas passa pela tradicional habitação social, para pessoas carenciadas. Contudo, o objetivo principal é estimular o mercado de arrendamento.

Recentemente, as vereadoras Ana Carvalho e Diana Rodrigues reuniram-se, nos paços do concelho, com cerca de uma quinzena de mediadores imobiliários, para ficarem a par da dinâmica imobiliária do concelho, nomeadamente, do mercado de arrendamento. Por outras palavras, para saberem como está a procura e a oferta. Os empresários levaram um inquérito, que deverão devolver preenchido, para posterior análise.

“Percebemos que não há oferta de casas para arrendar”, disse Ana Carvalho ao DIÁRIO AS BEIRAS. O apoio para a classe média visa indivíduos e famílias cuja taxa de esforço dedicada à renda da habitação ultrapassa os padrões definidos, que têm como base um terço dos rendimentos.

Solução local para problema nacional
Neste momento, a Figueira da Foz sofre do mesmo mal do país: rendas altas e salários baixos. Para agravar a situação, a proliferação do alojamento local fez minguar o mercado de arrendamento de habitações. Por outro lado, muitos proprietários resistem a arrendar, temendo danos nas habitações e incumprimento no pagamento.

“Estamos a tentar perceber como o município pode ajudar a resolver a falta de habitações para arrendar”, afiançou Ana Carvalho. De que forma poderá a autarquia poderá dar o seu contributo? “Ajudando os proprietários na reabilitação ou pagando um seguro de arrendamento ou apoiar a renda aos inquilinos”, respondeu a vereadora.

Pode consultar a notícia completa na edição impressa desta segunda-feira, 28 de outubro, do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.