Académica afasta Portimonense da Taça de Portugal com exibição convincente

Posted by

O camaronês Donald Djousse anotou hoje o golo que ditou o afastamento do Portimonense da Taça de Portugal em futebol, ao permitir a vitória 2-1 da Académica sobre os algarvios, na terceira eliminatória da prova.

A Briosa adiantou-se aos 53 minutos, pelo sul-coreano Hwang Mun-ki, tendo o Portimonense empatado aos 88 minutos, através do colombiano Jackson Martinez, mas, no minuto seguinte, Djoussé ‘carimbou’ a passagem dos ‘estudantes’ à fase seguinte.

A primeira metade do jogo mostrou uma Académica desinibida e mais perigosa, tendo o jovem avançado brasileiro Derik criado uma boa oportunidade aos oito minutos, com um remate travado pelo guarda-redes Gonda.

O Portimonense respondeu aos 11 minutos, pelo colombiano Jackson Martinez, que rematou a rasar o posto, tendo as duas equipas criado ainda mais uma oportunidade cada até ao intervalo.

Na segunda parte, a Académica surgiu mais perigosa e, depois de um aviso de Mike aos 49 minutos, o sul-coreano Hwang Mun-ki recebeu um passe de Derik e rematou cruzado para o primeiro golo da partida, aos 53.

Aos 71 minutos, um minuto depois de o Portimonense ter esgotado as substituições, Tavares abandonou o terreno de jogo e a equipa algarvia ficou reduzida a 10 jogadores.

Já próximo do fim do jogo, a dois dos 90 minutos regulamentares, o Portimonense chegou ao empate num cabeceamento de Jackson Martinez, na sequência de um canto cobrado por Tabata.

A resposta foi pronta e, na jogada seguinte, aos 89 minutos, Djoussé, ao segundo poste, desviou um cruzamento de Mauro Cerqueira e faz o resultado final.

Jogo no Estádio Cidade de Coimbra.

Marcadores:

1-0, Ki, 53 minutos.

1-1, Jackson Martinez, 88.

2-1, Djoussé, 89.

Equipas:

– Académica: Mika, Mike, Silvério, Zé Castro, Mauro Cerqueira, Dias, Leandro Silva (Filipe Chaby, 84), Marcos Paulo, Hwang Mun-ki (Traquina, 68), Barnes Osei e Derik (Djoussé, 76).

(Suplentes: Tiago Pereira, Hugo Almeida, Matheus Mancini, Traquina, Mantilla, Filipe Chaby e Djoussé).

Treinador: César Peixoto.

One Comment

  1. Pedro Tavares says:

    Desde que o Cesar Peixoto alterou o sistema de jogo a equipa mudou da noite para o dia e parece outra. Mais vale tarde que nunca. No entanto nao compreendo como demorou tanto a perceber que estava errado. Um penalty marcado pelo Ze Castro no ultimo minuto contra o Feirense certamente lhe terá salvo o lugar. O futebol é assim. Com a equipa moralizada e finalmente a jogar bem, com um bom plantel (apenas falta um extremo esquerdo) ainda acredito que a subica ê possivel. Vamos Briosa.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.