Autarca do PS de Quiaios julgada por contratar o pai para a junta

Posted by

FOTO DB/JOT’ALVES

A presidente da Junta de Freguesia de Quiaios contratou o próprio pai para serviços de manutenção da piscina da praia. Em tribunal, assumiu que terá sido induzida em erro, por uma jurista da Câmara da Figueira da Foz, que não terá relevado a relação de parentesco.

Maria Fernanda Lorigo está a ser julgada por três crimes: prevaricação de titular de cargo público, participação económica em negócio e abuso de poder. Com ela, estão também no banco dos réus o secretário da junta, Carlos Patrão, e a antiga tesoureira, Raquel Correia.

Os factos remontam ao mandato autárquico anterior (2013-2017), que foi o primeiro de Fernanda Lorigo, uma independente eleita pelo PS.

Quando chegou à junta, a autarca decidiu recrutar para a manutenção da piscina o pai – um reformado com larga experiência no maejo de máquinas e que já tinha assumido aquelas funções, por conta da junta, ao longo de 16 anos.

Versão completa na edição impressa

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.