Opinião: “A geopolítica da semana”