Diário de Arganil – Goucam fixa população em Pomares

FOTO DB – PEDRO RAMOS

Na aldeia de Pomares, a escola primária permanece e, segundo o presidente da câmara de Arganil Luís Paulo Costa, a empresa de confeções Gouveia & Castanheira, Lda., do grupo Goucam, teve um papel nisso.

De cerca de 500 habitantes desta sede de freguesia junto à Serra do Açor, 60 são trabalhadores (maioritariamente mulheres) da Goucam, que abriu portas em Pomares em 1991, há 28 anos.

“A escola não saiu de lá porque as pessoas se mantiveram lá” – comenta José Carlos Castanheira, diretor executivo do grupo – “o que não aconteceu nas outras aldeias à volta”.

Para além de 1.º Ciclo do Ensino Básico, esta escola de Pomares tem jardim de infância. Foi renovada recentemente pelo município, esclarece José Carlos Castanheira, pelo que há a expectativa de que a situação se mantenha, considera.

 

Notícia completa na edição impressa

One Comment

  1. ALMERINDA LOBO says:

    GOSTO MUITO DESTA PUBLICAÇÃO .EM MUITAS TERRAS DEVIA HAVER POSTOS DE TRABALHO POIS SÓ ASSIM MANTINHAM AS PESSOAS NA PRÓPRIA TERRA .NÃO HAVIA TANTA DESERTIFICAÇÃO NESTAS ALDEIAS SERRANAS .EU CONHEÇO POMARES TAMBÉM CONHEÇO A VOSSA CHEFE DE LINHA A ODETE,E ALGUMAS FUNCIONÁRIAS. DEUS VOS AJUDE A CONTINUAR E NUNCA DESISTAM DOS VOSSOS SONHOS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.