Atropelamentos causaram nove mortes no distrito de Coimbra em 2018

No ano passado, a GNR registou 3.950 atropelamentos, de que resultaram 70 vítimas mortais e 202 feridos graves.

No mesmo período (2018), só no distrito de Coimbra, foram registados 167 atropelamentos, de que resultaram nove mortes, 15 feridos graves e 158 feridos ligeiros.

Os dados constam do relatório mais recente da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.
Foi, precisamente, para alertar a população que a GNR e a Infraestruturas de Portugal (IP) se juntaram para lançar a campanha de sensibilização “Vamos Refletir”.
A ação foi lançada no sábado, na Costa de Caparica, mas estende-se durante todo o ano, com várias apresentações e sensibilização em todo o país, nomeadamente nas cerca de cinco mil escolas que estão na área da responsabilidade da GNR, de forma a “sensibilizar os alunos para o tema”, indicou o porta-voz, Hélder Barros.
O objetivo é “consciencializar a sociedade sobre a problemática da sinistralidade rodoviária e sobre a necessidade de proteger os utilizadores mais vulneráveis, como as crianças, os idosos e os utilizadores de bicicletas e, por outro, que estes tenham consciência dos perigos a que estão expostos nas vias rodoviárias, sendo imprescindível a utilização de equipamentos refletores que incrementem a sua visibilidade, bem como a adoção de comportamentos seguros”.
A campanha chega ao distrito de Coimbra no dia 2 de outubro, a partir das 09H30, no Agrupamento do Centro Educativo de Montemor-o-Velho, onde irá decorrer uma palestra. A partir das 11H00, na EN111, também em Montemor-o-Velho, (junto à rotunda do LIDL), realiza-se uma ação na estrada com uma turma da escola.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.