30.ª edição da Poiartes reforça a qualidade dos expositores e homenageia os artesãos da terra

Posted by

DR

Poiares está em festa sob inspiração do artesanato. A Poiartes é o maior evento do ano no concelho, mas vai muito para além da atividade que lhe deu origem?
O artesanato está na sua origem, mas o certame vai muito mais além, integrando a agricultura e a caprinicultura, a par do incremento que temos feito nas valências comercial e industrial, e em toda a animação envolvente.
O espaço e o número de expositores – que são mais de 200 – têm crescido imenso, beneficiando da mudança do recinto para a Alameda Santo André há cinco anos.

Essa decisão conferiu uma maior amplitude ao certame?
Sim, pela dimensão e pelas melhores condições do espaço,quer em segurança, quer em conforto, para os expositores e para o público. Não que o espaço anterior fosse mau, sendo até muito bonito, até porque ficava no centro a vila, mas o crescimento da feira exigia outras condições, que a Alameda Santo André e os 20 hectares envolventes permitem de outra forma. Aliás, este ano o recinto cresce mais um pouco, integrando o Jardim de Homenagem ao Poiarense. É aí que terá lugar o programa em direto de televisão da TVI “Juntos em Festa”, neste sábado à tarde.

Quer dizer que a tarde de sábado tem uma animação redobrada?
Sim. Penso que será uma forma de dinamizar novos públicos, funcionando como um atrativo diferente. Em cada ano, procuramos fazer sempre algo de diferenciador, evitando a estagnação, e penso que o temos conseguido. Todavia, a Poiartes já atingiu um patamar de qualidade tal, que a animação está garantida em todas as áreas envolvidas.
Acrescente-se, este ano, por exemplo, o “Domingo em Família”, com o objetivo de trazer as famílias à feira nesse dia, incluindo programação infantil, mas também oferta para os pais, tios e avós, de forma a usufruirem em pleno da animação.

Embora seja uma realização da autarquia, trata-se de um certame que conta com a participação de muitas coletividades do concelho?
Esse é outro destaque, que é a colaboração de muitas instituições do nosso concelho, com uma participação ativa nas tasquinhas, adquirindo assim algum fundo de maneio para as atividades que realizam ao longo do ano. As associações também se empenham na feira, com iniciativas que geram muita adesão, como é o caso de mais um Capítulo da Confraria da Chanfana, sempre presente, como entidade que faz a promoção dessa iguaria gastronómica e, consequentemente, do concelho.

Pode ler a entrevista completa, bem como o especial de quatro páginas sobre a Poiartes ( programa  e momentos que marcaram o dia), na edição impressa deste fim de semana, 7 e 8 de setembro, do Diário As Beiras

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.