Portugal lidera entre remessas de imigrantes em Cabo Verde com quase 30% do total

Posted by

Os imigrantes em Cabo Verde enviaram mais de 5,7 milhões de euros em remessas para os países de origem nos primeiros quatro meses do ano, com os portugueses a garantirem quase 30% do total.

De acordo com dados compilados hoje pela Lusa a partir do último relatório estatístico do Banco de Cabo Verde, de agosto, os portugueses imigrados em Cabo Verde enviaram remessas no valor total de 170 milhões de escudos (mais de 1,5 milhão de euros) entre janeiro e abril deste ano.

Em todo o ano de 2018, as remessas dos portugueses em Cabo Verde ascenderam a 1.073 milhões de escudos (9,7 milhões de euros, uma quebra de mais de 12% face ao total de 2017.

O Senegal, com cerca de 100 milhões de escudos (903 mil euros) nos primeiros quatro meses de 2019, foi o segundo destino das remessas de imigrantes em Cabo Verde, seguindo-se os nacionais da Guiné-Bissau, com 47,7 milhões de escudos (430 mil euros) no mesmo período.

As remessas dos imigrantes em Cabo Verde caíram quase 2% entre 2017 e 2018, para um total, no final do ano passado, de 2.982 milhões de escudos (26,9 milhões de euros), segundo dados do banco central cabo-verdiano.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.