Penacova: Exposição comemora centenário da eleição de António José de Almeida

A 6 de agosto de 1919 António José de Almeida foi eleito Presidente da República. Para assinalar a data comemorativa do centenário da sua eleição o Município de Penacova tem patente na sua Biblioteca Municipal uma exposição alargada sobre a vida do médico natural da freguesia de São Pedro de Alva, no concelho de Penacova.

A exposição foi inaugurada pelo Presidente da República, no passado dia 17 de julho, feriado municipal em Penacova, que assinala a data de nascimento de António José de Almeida. E pode ser visitada até ao dia 31 de outubro, data em que se assinalam os 90 anos da morte do ex-Presidente da República, sendo o horário para a visita durante o mês de agosto das 9H00 às 17H00, e em setembro das 9H00 às 18H00.

“Fotografias alusivas à vida familiar, académica, profissional e política. Estampas, bilhetes postais e relógios alusivos ao Governo Provisório e à implantação da República; bustos da República; caricaturas e litografias; para além de objetos pessoais (mobílias, pasta académica, entre outros)” são algumas das peças que o público pode apreciar devido à cedência de peças provenientes do Museu da República e da Maçonaria e de particulares como Alexandre Ramires, David Almeida, Isabel Tenreiro, Luís Bigotte Chorão e Luís Reis Torgal.

Para além de livros que assinalam a sua viagem ao Brasil aquando do centenário da independência deste país. “O célebre “O Ultimatum”, no qual António José de Almeida escreveu o artigo “Bragança, o último” onde fez alusões diretas de grande intensidade polémica à monarquia e ao rei D. Carlos, que lhe custaram três meses na Cadeia de Santa Cruz por liberdade de imprensa, apesar de ser defendido por Manuel de Arriaga.” está patente nesta exposição que se prolonga até 31 de outubro.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.